Ademir Lemos: o pai do “funk”

18:17




Nas pistas dos principais bailes do subúrbio carioca, ele é considerado o rei do funk. A juventude delira com o seu no stop dancing e suas superlotadas apresentações são sempre um sucesso. O cantor-compositor-DJ e produtor Ademir Lemos foi o criador, ao lado do lendário Big Boy, do “Baile da Pesada” e das diversas equipes de som que hoje dominam o mercado.

Ademir já fez muita gente dançar. Comandou durante anos o toca-disco das mais famosas boates da Zona Sul do Rio, inovando o trabalho de discotecário (armazenador de disco, como ele define) e introduzindo alguns toques pessoais nas pistas de dança.

Sempre ligado a musica Ademir trabalhou em vários programas de TV. O mais importante em sua carreira foi o “Som Livre Exportação”, da Rede Globo. Junto com Elis Regina, Rita Lee e Ivan Uns, ele viajava pelo Brasil inaugurando as emissoras Globo, com shows ao vivo.

Recentemente resolveu criar o funk em português. Após ter participado, com o “Rap do Arrastão” do LP Funk Brasil 1, que já recebeu dois discos de ouro, Ademir criou o “Um Senhor Baile”. Utilizando sofisticados computadores e samplers de grandes sucessos de grupos e compositores famosos como: Dire Straits, Eric Clapton, Barry White e outras; nasceu o disco, com letras fáceis, mas com uma mensagem bastante sutil.

— O disco não só reproduz o clima dos bailes, com uma tradução do universo funk, mas também retrata a realidade a vida dos adolescentes e jovens da Zona Norte. As musicas incentivam o fim dos assaltos após os bailes, a extinção dos surfistas de trem e de outras violências notadas nos jovens de classe baixa — explica Ademir.

Apesar de seu trabalho ter o sucesso concentrado na Zona Norte de Baixada do Rio, Ademir diz que não sai de Copacabana por nada deste mundo. La ele encontra energia para o “peso” de seus bailes.


Matéria: Ano 1991

"Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contatoSerão prontamente removidas".

You Might Also Like

0 comentários

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases