Radio Imprensa: "A casa do Funk"

16/05/08 | comentários: 23

Pouso certo para os funkeiros, a Radio Imprensa foi e deve ser considerada o melhor "habitat" do movimento. Afinal, foram mais de 20 programas diferentes, tocando quase 24 horas no ar. O sucesso chamava-se FUNK, crianças, jovens, adultos ficavam sintonizados nesse ritmo, retratando o verdadeiro espírito do povo.

Entre tantos programas estavam Clube do Balanço, Furacão 2000, Som na Caixa, Las Vegas A melhor do Rio, com DJ's Lucas, Fabinho e Nando, Soul Charme 1, com DJ Arthur, Ronnie Rap faz a Festa, Grand Master Mix com GrandMaster Raphael, entre outros programas que deixavam a audiência rindo de orelha a orelha.

No auge da Radio Imprensa a diretora Eunice Khoury, chegou a dizer: "Existem, as vezes, uma preocupação de certos setores da imprensa, na completa derrubada deste fenómeno que cresce a olhos e ouvidos vistos. Entretanto, ate Xuxa se deixa balançar ao som do que e´ óbvio, o sucesso do Funk. Ou melhor "xuxexo". Ate mesmo os grandes comerciais não tem conseguido resistir e tem se calçado no funk"

Não pense que era exagero, quem conheceu o poder da Radio Imprensa lembra que ate as grande emissoras de rádios, tiveram que se curvar ao reinado funk e sem pre-conceito, mesclaram com seus rocks, dances, musicas românticas e outros ritmos, o tão pedido RAP.

Por mais que alguns torcessem o nariz ou fizessem cara feia não adiantava: O FUNK DAVA IBOPE, MESMO!!!!!!

Não podemos esquecer também das inúmeras chances que os programas da radio davam aos jovens que sonhavam em algum dia ser um MC de sucesso. A Radio Imprensa sabia que despertava muitos talentos e aproveitaram para dinamizar e apoiar esses jovens.

Lembro aqui mais uma citação da diretora Eunice Khoury: "Acontece, que os grandes "supostos" moralistas que insistem em condenar este novo espírito, são os que, no mesmo veiculo utilizado para condenação, espalham as suas ideias onde a família e´ desmoralizada, o crime destacado e quase "abençoada" de tanto que e´ divulgado. Fica aqui a lembrança as autoridades e aos grandes e pequenos anunciantes. Incentivem o funk, acreditem nesta força e aproveitem de forma positiva este engenho. Um flor necessita ser regada para crescer e, logo, retribuir com sua beleza e perfume".

Uma homenagem a melhor radio de todos os tempos: RADIO IMPRENSA.