História de amor e drama social são destaques em Suburbia

31/10/2012 | comentários: 0

A minissérie é uma história de amor e drama social, cuja ação principal se passa no seio de uma família da Zona Norte do Rio de Janeiro, em meados dos anos 1990. Os responsáveis acreditam em um possível marco para a TV brasileira, pois Suburbia traz ingredientes de sobra para isso: o ineditismo de centrar as ações em um elenco majoritariamente negro, e principalmente luzes voltadas para um subúrbio não folclorizado. Além da aposta em um elenco praticamente de rostos desconhecidos.

Todas as manifestações retratadas em Suburbia, como samba, funk, hip-hop, candomblé, jongo e capoeira, são apresentadas por pessoas que de fato vivem essa realidade. É o caso dos atores do grupo Nós do Morro, com sede na favela do Vidigal.

"O que vai ser mostrado nessa série é o trabalho que já fazemos há muitos anos. Nós nunca paramos de fazer teatro", adianta Guti Fraga, fundador do Grupo de Teatro Nós do Morro.

 Integrantes do grupo de rap Panteras Negras, músicos do AfroReggae, do Afro Samba e do grupo teatral Tá na Rua também foram escalados para integrar o elenco do seriado.

A trilha sonora é repleta de Funk de Raiz ( Miami Bass, Freestyle e Raps da década de 90) para matarmos as saudades!

Serviço: 

Idealizador e Diretor:  Luiz Fernando Carvalho

Escritor:  Paulo Lins.

Estréia: 01/11/2012 às 23:30 (será exibido em oito episódios, um a cada semana)

Créditos: Subúrbia/Rede Globo

Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contato. Serão prontamente removidas".