Entrevista com MC Marcinho

20:25

MC MARCINHO tira os "pinos" da perna, faz fisioterapia diária, dá a volta por cima e se sente feliz com sua vida pessoal e profissional! Marcinho contou um pouquinho de tudo para o Informe Musical.

Marcinho, já são mais de 10 anos de carreira sólida. Essa marca tem algum mistério?

Não! Não tem mistério, não! Eu nunca fui um artista de uma multi-gravadora. Procuro ser eu mesmo. Acho que a minha humildade é o que cativa e sustenta essa carreira. Respeito a todos! Trato todo mundo igual.

Quais foram e/ou quais são suas influências?

Nossa! Tem muitas! Minha musa era a Patrícia Marx, nem sei porque que ela sumiu, deveria voltar a cantar. Eu gosto de música romântica... Roupa Nova, Marisa Monte, Ana Carolina... Elas nem fazem força pra encantar! (rs) Sou louco pra assistir a um show da Ana Carolina. Sempre cobro isso da Lidiane (Produtora), mas quando ela ta por aqui, eu to sempre trabalhando fora do Rio.

Você tem veia artística? Sempre foi assim?

(Risos) Olha, meu pai era sambista, talvez isso tenha influenciado a gente. Na minha família tem muito talento (rs). Mas eu sempre fui muito tímido. Melhorei um pouquinho!

No que ou em quem você se inspira para compor?

Nas estrelas. Tenho mania de olhar pro céu, viajo nas estrelas... Também conto histórias de amigos meus e a minha história. Eu canto o que sinto... Gosto de ser verdadeiro!

Como é a sua relação com a sua gravadora e com o seu empresário?

Muito boa! A gente reergueu junto! Gratidão é uma coisa rara, mas nós somos muito gratos um ao outro. Na época em que procurei o Elton ninguém acreditava no meu trabalho, mas ele acreditou! No Natal anterior passei com minha Família e um pernil pra todo mundo. Nesse ano eu me ajoelhei chorando em frente à mesa e pedi a Deus com muita fé que nunca mais passasse um Natal daquele. E foi o último mesmo! Logo em 2001, quando comecei a trabalhar com o Elton, minha vida mudou. Fiquei muito feliz! A gente se preocupa. Sinto que ele me cobra as mesmas coisas que cobro dele. Sempre falo pra ele cuidar da sua saúde, investir e ter a cabeça no lugar! Nosso respeito e profissionalismo são mútuos. E a gravadora que ele fundou e é administrada pela Lidiane só beneficia e edifica mais o meu trabalho (rs).

Gostando de tanta música romântica, tanto artista fora do Funk, você é Funkeiro?

Sim, claro! Também gosto de muita gente de dentro do Funk. Buchehca, Sabrina, Sapão... Mas é que gosto de ouvir músicas românticas e tranqüilas na minha casa, no meu carro... Ouço Funk toda vez que vou trabalhar! (rs) Eu levanto a bandeira do Funk em qualquer lugar. Não concordo com muita coisa que acontece dentro dele, mas procuro respeitar. Que falem mal ou falem bem... Eu sou Funkeiro!

Você toca algum instrumento?

(Risos) To tentando terminar minha aula de violão... Coloquei uma meta pra mim. Até maio (data prevista para a gravação de seu DVD ao vivo) quero estar tocando pelo menos 2 músicas. Meu professor também é da Igreja e tem a maior paciência. E outra, já encomendei uma bateria, vai ser o próximo passo!

Você é evangélico. Mas é daqueles que freqüentam mesmo ou é meio fantasma, só vai às vezes?

Hoje eu to mais ativo e participante do que nunca! Fiquei muito tempo só prometendo e nada! Sempre tinha um churrasco ou uma cosia que me desviava. Agora decidi colocar meus pés no chão. Freqüento sempre!

Então agora você tem mais tempo pra Família?

Tenho sim! Minha Família toda é evangélica! Minha mãe é Missionária. O acidente foi um "puxão de orelha" na minha vida. Pela primeira vez passei um carnaval ao lado deles curtindo cada momento. Minha Família é tudo pra mim!(rs)

Você falou sobre o acidente. Todo mundo sabe que foi muito grave e inclusive tiveram dois mortos. Mesmo com tudo o que aconteceu você não parou de trabalhar. Por que?

Duas coisas não me fizeram parar e nem descansar. Estar com os Fãs me faz bem e... Necessidade mesmo! Apesar do sucesso eu não sou rico! Ajudo minha mãe e tenho uma Família! (rs) A minha reserva foi toda nas cirurgias que precisei fazer. Não dava pra ficar parado. E me fez bem sentir o carinho de todo mundo. É bom demais! (rs)

E como era a sensação nos palcos? Os olhares dos Fãs... Como você se sentia?

Caramba, inexplicável! É uma mistura de pena com torcida e fé, sabe! Todo mundo quer que eu fique bom logo, mas fica olhando com aquele "olharzinho de pena"... Ao mesmo tempo que incomoda, afaga! É muito pessoal... Ninguém quer andar mais do que eu. Fico sonhando com o dia que vou entrar de pé, andando sem muletas nos palcos. Vai ser a minha vitória embalada pelo carinho, amor, fé e calor dos Fãs.

E como você tem se tratado? O que tem feito para realizar seu sonho?

Faço fisioterapia diária. Presto a atenção em tudo o que a minha fisioterapeuta Adriana Nascimento faz e repito tudinho à noite. Ela até fala que eu sou muito esforçado (Orgulha-se!). Tem muita gente que desiste ou pede para parar porque dói muito, mas se eu quero andar vou ficar adiando pra que? Não deixo a dor tomar conta de mim, agora eu que a domino (rs). Eu também freqüento minha cardiologista, a Drª Jaqueline Sampaio e cuido da minha diabetes para ficar estabilizada. E não desisto nunca! (rs)

E quais são os planos pro futuro?

Andar, andar e andar! (rs) Quero poder gravar um DVD e guardar pra sempre esse momento! Se eu já estiver andando em maio (Vou estar!), vamos gravar o tão esperado DVD. Aguardem! Estão todos convidados! Compareçam! (rs)

Creditos http://www.informemusical.com.br/

Saiba mais sobre Marcinho:



Elite Records
(21) 3555-3942/ 3555-6281 e 7853-0644 / 24*69169
Lidiane Madureira: (21) 7853-0643 / 24*69170

"Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contato. Ela será prontamente removida".

You Might Also Like

0 comentários

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases