Força do Rap

20/03/2011 | comentários: 6
Nave, J.L., Alex, Pixote,
Pingo, Marquinhos e Betinho


Em 1993, sete amigos, (J.L., Pingo, Pixote, Marquinhos, Betinho, Alex e Nave) todos vendedores de sinal de trânsito em Irajá, resolveram formar um grupo de RAP, o nome sugerido: "A Força do Rap".

A primeira música "Rap da Paixão", foi sucesso imediato e a mais pedida da rádio Imprensa em tempo curto de 1 semana.

Precursores da idéia de bonde no funk, a Força do Rap sacudia as estruturas por onde passavam, 07 meninos talentosos e cheios de charme. A massa funkeira feminina passava mal literalmente com os meninos nos palcos.

O escritório da “Águia Disco”, era lotado de fotos, cartas e presentinhos para os meninos. Viajaram e levaram o funk pros quatro cantos do nosso Brasil.

Durante dois anos sacudimos a massa funkeira com este sucesso e gravamos um CD pela EMI-ODEON.

Vendemos 120 mil cópias e ficamos conhecidos por todo Brasil.

Participamos dos programas: Xuxa Hits (Globo), Furacão 2000 (CNT), Paty Beijo (Manchete), Quem sabe sábado (Record), Canal 7 (Band), entre outros.

Em 2004 o grupo diminuiu com a saída de 4 integrantes: Pixote, Alex, Betinho e Nave.

Marquinhos e Pingo, continuam fazendo música e cantando como a "Força do Rap"

Betinho foi assassinado, pela polícia dentro de sua comunidade, em uma dessas cruéis fatalidades que estão mal resolvidas até hoje.

Pixote é pastor, Alex conduz o projeto idealizado por Betinho, continua cantando em carreira solo e Nave não quer mais saber de funk.

Release atualizado 20/03/2011

Notícia triste para o funk, morreu hoje J.L. vítima de infarto.


Ouça "Rap da Paixão"


Ouça "Barraco no Morro"


Ouça "Saber te amar"

Créditos Texto e Foto: Força do Rap; Colaboração: Claudia Duarcha