Cashmere

21:31

Em 1995 o grupo já tinha 10 anos de estrada e muitas histórias para contar. Experientes, curtiam esse lado veterano no movimento. Não é por menos. Afinal, essa façanha não era para qualquer um.


Amigos de longa data, são extremamente companheiros e tem uma forte união. Magoo, Dinho, Moa e Léo desde cedo descobriram que tinham em comum, além da forte amizade, a paixão pela dança e pela musica. A idéia de formar o grupo surgiu de uma brincadeira que acabou tornando séria, eles não só criavam as suas próprias coreografias como também os figurinos.

O grupo caprichou tanto, que chamou a atenção não só dos freqüentadores dos bailes, como também dos produtores de televisão, eles participaram dos programas: “Clube da Criança - Xuxa (Manchete)”, Chacrinha (Rede Globo), “Gugu Liberato (SBT)”, “Chico Anysio (Rede Globo)” e “Faustão (rede Globo).

Nascidos e criados em Madureira, os meninos queriam ser mais do que apenas bons dançarinos. Decidiram então seguir os conselhos da madrinha Xuxa e começaram a compor e cantar. O retorno foi imediato: estouraram a “Melô do dá dá dá”, no LP Funk Brasil 2 e no ano seguinte firmaram a cadência e detonaram com a “Melô do Zé” e a música “Vem amor” faixa do LP Funk Brasil 3.

Em 1995 gravaram o seu primeiro LP solo “Segura” pela EMI-Odeon, repertório escolhido a dedo pelo grupo, pois queriam que tivessem suas identidades, o disco foi sucesso absoluto de venda, revelando o amadurecimento profissional e o talento do grupo. Juntando todas as faixas do disco, dava para fazer uma grande brincadeira:

SEGURA, CORAÇÃO. VOCÊ É TUDO PRA MIM, quero FELICIDADE pra nós DOIS, porque você, é MEU FRUTO DO PECADO. ME ABRAÇA, sua FILHA DA FRUTA (risos..). eu sei que um dia ELA VAI ME AMAR, num futuro próximo, no BRASIL 2000, vai acontecer O NOSSO AMOR”, fala Dinho.

O grupo assumiu o melody como repertório principal, investiu pesado nessa vertente do funk e virou referência para muitos MC’s que vieram depois. Hoje o grupo continua trabalhando na música, porém cantando pagode.


Ouça Segura


Créditos Texto e Foto: Claudia Duarcha

You Might Also Like

2 comentários

  1. Igor, tudo bem?
    Obrigada pelo seu contato!
    Mande abraços para seu tio e se puder traga informações atuais sobre eles.
    Sempre me mandam emails perguntando sobre o grupo.
    Abraços

    ResponderExcluir

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases