A volta por cima do príncipe do funk

15:36



1) Qual o balanço que você faz desses 24 anos de carreira ?

Que o funk cresceu muito e que quebrou barreiras !

2) Ser reconhecido como o “Príncipe do Funk não é pra qualquer um. Como é carregar esse rótulo ?
 
 

Eu agradeço o título, mas não me deixo levar por rótulos e sim pela minha história.
.
3) Ao longo de sua vasta carreira você já passou por todas as fases do funk. Na sua opinião, qual a diferença do funk dos anos 90 para o funk de hoje?

 O funk dos anos 90 tinha mais letras mais melodias e o funk de hoje tem mais malícia e tem mais qualidade musical, enfim, mais recurso nas produções.


4) Em suas canções você procura exaltar as mulheres, cantar um funk do bem, enfim, uma música que faça as pessoas se alegrarem. Podemos dizer que essas suas características que fizeram você cativar o seu público ?

 Sim. Eu sempre me preocupei com o que as pessoas iriam ouvir nas suas casas. Então sempre procurei falar de amor, de alegria e coisas boas.



5) Fale pra gente um pouco sobre seu novo trabalho e as suas novas músicas que estão bombando nas pistas.

A música nova tipo rebolado vai ser lançada em breve, mas a desce travando já está bombando na pista !

6) Sua história acompanha a história do funk no Brasil. Inclusive você está preparando uma biografia para contar tudo sobre esses 24 anos de carreira. Como surgiu essa idéia do livro ?

A idéia veio do meu assessor Anderson e eu adorei.  Já era um sonho estou muito feliz !

7) Em falar nisso seu grande sucesso de 2001, Glamurosa, foi feita especialmente para a apresentadora Xuxa. Conte um pouco mais sobre essa curiosidade.

Foi feita pra Xuxa e também para a Verônica Costa. As duas representavam bem o nosso funk: uma com o glamour e a outra a nossa rainha do funk. Eu acho que elas aprovaram. (risos)

8) Você integra um time escalado pelo senador Romário para combater a proposta de criminalização do funk no Senado Federal. O que pode dizer sobre isso.

Isso é uma grande palhaçada ! Alguém querendo aparecer em cima do funk. Estamos juntos com o Romario, esse sim é funkeiro e politico de verdade.

9) Em 2006 você sofreu um grave acidente automobilístico e levou um tempos para se recuperar fisica e financeiramente. Logo em seguida contraiu uma bactéria no estômago e teve que se afastar dos palcos. Nesse momento você pensou em desistir da música ? O que te fez se reerguer e voltar por cima em grande estilo ?

Quando sofri o acidente realmente pensei em parar, estava muito triste, mas Deus e meus familiares, amigos, fãs me mostraram que eu poderia dar a volta por cima. Então me agarrei em nisso e hoje estou aqui. Já a bactéria eu estava em outra fase, mais confiante. Foi dificil, mas Deus é fiel e me levantou de novo.

10) Deixe um recado final pra todos os seus fãs espalhados pelo país a fora.
Quero agradecer todos os meus fãs que me acompanham. Desde os que chegaram agora até aos que me acompanham todos esses anos. Deus abençõe a todos. Amo vocês. #FamiliaPrincipeDoFunk

Créditos: Marcus Vinicius Jacobson - MVHP / 2017

"Este texto não reflete, necessariamente, a nossa opinião. Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contatoSerão prontamente removidas".

You Might Also Like

0 comentários

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases