Rap faz o Dendê cair na boca do povo

16:08

MCs Espiga e Nélio chegam ao topo das paradas e lançam um novo sucesso: “Venha comigo”



Culinária baiana à parte, o Dendê está na boca do povo. Os donos da façanha são os MCs (masters of cerimony) Nélio e Espiga, que atingiram o topo das paradas funk com o “Rap do Dendê”. Nos bailes de toda a cidade, o refrão ‘Vou subir! Vou zoar/O Dendê tem alegria/Para sempre retornar” virou urna espécie de hino das galeras.

Apesar de ter estourado há cerca de quatro meses, o rap já foi decorado pela comunidade há mais de um ano. Antes de se tornarem ídolos do gênero, Nélio e Espiga cantavam nos bailes de fim de semana na quadra do morro. A oportunidade de seguir adiante só surgiu há seis meses, quando a dupla foi convidada a participar de uma festa no Galeão. Através do empresário Airton Rodrigues, os MCs foram apresentados ao DJ e produtor Ronnie Rap.

“— Eles já tinham mostrado o “Rap do Dendê” para outras pessoas, mas ninguém se interessou. Gostei da letra, gravamos em estúdio e distribuímos pelas rádios — conta Ronnie, que estå lançando a música em dois discos: “Equipe Casual” e “Ronnie Rap faz a festa”.

O que no Inicio era brincadeira acabou virando uma mina de ouro. Com uma média de 20 shows por fim de semana. Nélio Rodrigues e Luciano “Espiga” Moisés estão faturando cerca de RS 3 mil por mês. Dinheiro que já foi devidamente empregado na realização de pequenos sonhos de consumo. Videocassete, TV em cores e geladeira são novidades nas casas de ambos. Com orgulho, eles também exibem as duas máquinas que o rap lhes deu: no caso de Nélio, um Chevette 85 e, para Espiga, um Passat 80. Mas o sonho dourado ainda vai ter que esperar um pouco mais.

“— Estou tentando juntar dinheiro para comprar uma casa. De preferência, entre o Dendê e o Cocotá — diz Nélio.”

Mesmo com a fama repentina, os MCs garantem que não vão se deixar acomodar com o sucesso e prometem mais trabalho daqui para frente.

“— 0 que importa é que não mudamos o jeito de ser. Tem gente que faz sucesso e acha que pode se acomodar. Acaba perdendo tudo. Estamos trabalhando cada vez mais para continuarmos nas paradas — afirma Nélio.”

A prova disso é o novo hit “Venha comigo”, que já está estourando na programação das rádios e dos bailes.

“— Assim como aconteceu com o pagode, acho que a tendência daqui por diante é uma seleção maior por parte do público em relação ao rap. Os produtores estão colocando multa coisa ruim para tocar. Com o tempo, tudo isso vai acabar sumindo. Na minha opinião, o Nélio e o Espiga são uma das poucas duplas que vão conseguir se manter no nível profissional — prevê Ronnie Rap.”



Matéria – Ano  1996

"Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contatoSerão prontamente removidas".

You Might Also Like

0 comentários

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases