Templo do funk, Castelo das Pedras vai virar igreja evangélica

06/06/2009 | comentários: 2
Isabel de Araujo - Expresso

RIO - Não foi só o batidão do funk que fez o baile do Castelo das Pedras, na comunidade de Rio das Pedras, pegar fogo, neste domingo. Um pastor interrompeu o baile, por volta da meia-noite e meia, e começou a pregar diante das mais de 2 mil pessoas que desciam até o chão ao som do pancadão ( assista ao vídeo sobre o Castelo das Pedras ).

- Desculpe interromper a festa de vocês, mas, em nome de Jesus, todo o mal vai ser expulso desta casa - gritou pastor Nino.

A galera entrou na onda e vibrou com a presença do evangélico. Gritos de "aleluia" passaram a ecoar pelo salão.

Líder da Comunidade Evangélica Filhos do Rei, pastor Nino aceitou subir ao palco pedido do dono do templo do funk, Geiso Turques. O empresário se converteu há pouco mais de um ano e antecipou ao EXPRESSO, no último domingo, que, em no máximo três anos, vai transformar o reduto dos funkeiros e popozudas numa igreja evangélica. Ele já escolheu até o nome: Castelo de Jesus

Pregações mensais
Geiso disse ter ficado surpreso com a aceitação dos funkeiros. Antes de o pastor tomar conta do baile, o empresário pegou o microfone e pediu aos funkeiros que respeitassem a palavra do evangélico.

- Há muitos jovens desviados aqui no baile, mas a galera aceitou bem - festejou o dono do Castelo.

O pastor garantiu que pretende pregar, ao menos uma vez por mês, durante os bailes do Castelo. Todas as terça-feiras, o templo do funk já abre o espaço para a realização de cultos no salão.

- Vai ser importante voltar para os jovens irem se acostumarem a minha presença - planeja o pastor.

E bastou o evangélico deixar o baile para a galera voltar a se requebrar no salão. Mas alguns diziam que foram tocados pela palavra do pastor.

- Estou me sentindo bem mais leve. É sempre bom sentir a presença de Deus - disse a estudante Jéssica Silveira.

Créditos - Jornal Extra

"Se você e/ou sua empresa possui os direitos de alguma imagem/reportagem e não quer que ela apareça no Funk de Raiz, por favor entrar em contato. Ela será prontamente removida".