A Lei que define o FUNK como Cultura

19:02

Saiu uma matéria no The Guardian (Britanico) sobre a Lei que define o funk como cultura.

Pois é, saiu lá e alguns jornais, colunistas, blogs e sites resolveram dar "importância" a lei que está postada aqui no Funk de Raiz desde Agosto/2008, movimentando vários eventos, debate e a fundação da APAFUNK, a grande responsável pela lei junto à Marcelo Freixo e Chico Alencar.



Eu li algumas "opiniões" e quero deixar meu depoimento:

"A maioria dos comentários é preconceituosa. Envergonho-me, porque são comentários sem base, ninguém leu a lei ou sabe dos seus reais objetivos. Infelizmente quando o assunto é FUNK ele vem carregado com perseguições e discriminações.

Quando curtia bailes funk, os pseudo-intelectuais tinham os mesmos pré-conceitos. O funk sempre será perseguido não por seu conteúdo pornográfico dos tempos atuais, mas por ser musica de PRETO, POBRE E FAVELADO.

Na tão sonhada e reverenciada década de 90, onde começou os Festivais e neles o funk nacional, fomos "presenteados" com uma CPI, seu objetivo era acabar com os bailes e consequentemente o FUNK. Nesta época os grandes "VILÕES" eram os MC's, que cantavam letras com cunho social, mas estavam tomando conta das rádios e programas de TV, ou seja, estavam saindo de suas favelas e "CONTAMINANDO" todo o Brasil e as camadas sociais.

Lembro também das brigas e mortes, independente de onde aconteciam eram produtos do funk, até o funk aparecer, não existia esse tipo de coisa no Rio de Janeiro ou alguém aqui já esqueceu que tudo era culpa do Funk?

O Miami Bass, na minha opinião também é raiz do nosso funk, era repleto de putarias e palavrões, só buscar a história de Shy D, 2 Live Crew, MC A.D.E e todos os outros que faziam sucesso por aqui e traduzir suas letras.

Se eu for contra o FUNK, isso independente dele ser pornográfico ou não, porque aqui todos conhecem a minha opinião: (Não gosto dessas "composições", como também prefiro o Volt-Mix) estarei me posicionando a favor daqueles que sempre critiquei, nós funkeiros não podemos ser contra o FUNK, temos de ser contra os preconceituosos e os aproveitadores que usam o funk como mina de dinheiro apenas. Não temos e não devemos deixar NINGUÉM que não o conheça de fato, se META.

O funk não se resumi aos tempos atuais, por tanto não me prendo ao que ouço hoje e sim a sua história. Se for visto como cultura, ele dará condições, criará estratégias e melhorias, como direitos autorais, condições trabalhistas, todas essas injustiças de plágio, produções e roubos de letras. A lei será o começo de grandes vitórias em todos os sentidos.

Essa é a hora da união, o funk precisa de todos juntos isso inclui, DJ's, MC's, Donos de Equipes, Carregadores de caixas, empresários, produtores, etc.. e nós funkeiros que tanto amamos o movimento.

A lei não é para beneficiar o meu ou o seu gosto, por essa ou aquela época e sim pelo FUNK como um TODO.

Se você é funkeiro de fato, cuide do FUNK ele também é SEU.

Opinião sem conhecimento é PRÉ-CONCEITO!!!"

You Might Also Like

4 comentários

  1. Belo e importante texto! Posso postar no blog do OICult?
    beijos,
    Adriana.

    ResponderExcluir
  2. funk é cultura sim toca em tudo e qualquer lugar para os otarios que criticam o funk porque é pornografico e não tem letra é por causa do proprio preconceito deles mesmo porque quando o funk não tinha muita pornografia quando a moda era funk melody era muito preseguido agora que o funk como eles falam virou "pornografico" ta quebrando as barreiras do preconceito ate porque toca em todos as boates bailes independente do nivel social

    resumindo se não tivesse preconceito no começo talves não existia funk pornografico hoje em dia so existia musica apesar de o funk ser pornografico as pessoas falar que é muito facil de fazer funk mais não é facil não senão todo mundo fazia tem que ter criatividade e se o povo gosta é pq o mc é criativo com algumas frases tem cantor que tem um livro do de letras e não ganha nem a metade q um mc ganha

    então o negocio é esse o funk impera vcs tem que se conformar preconceituosos sou funkeiro!!!!

    ResponderExcluir
  3. Muitoo legal o texto!Gostei muito quando vc falou:"Opinião sem conhecimento é PRÉ-CONCEITO!!!" Concordoo plenamente!Se uma pessoa curte Metal,eu não critico ela peloo fato de ela fazer tipo uma adoração ao diabo!Cada um escuta o q lhe faz bem e feliz e ponto final.

    ResponderExcluir
  4. Não minha opinião funk não deixa de não ser cultura
    independentemente de como ele é hoje ou como ele já foi,
    muita gente acha que o funk é só putaria mai nunca foi atrás da história ou ate mesmo dos estilos. Pra mim todos os estilos musicais são cultura não importa se é Rock,Funk,Reggae, Clássica, Hip-Hop, black, sertanejo e etc, são tudo musicas e cada um faz sua cultura através do estilo que escolher não importa qual seja.

    ResponderExcluir

- Não serão aceitos comentários anônimos ou assinados com e-mail falso.

– Serão, automaticamente, descartados os comentários que contenham insultos, agressões, ofensas e palavras inadequadas.

– Serão excluídos, igualmente, comentários com conteúdo racista, calunioso, difamatório, injurioso, preconceituoso ou discriminatório.

– Os comentários publicados poderão ser retirados a qualquer tempo, em caso denúncia de violação de alguma das regras acima estabelecidas.

Like us on Facebook

Flickr Images

Frases